✏️À Conversa com a Hostelsclub: a primeira entrevista do blogue OLIRAF

📷 Deixo-vos a primeira entrevista do Blogue OLIRAF. Foi com gosto que aceitei o convite da Hostelsclub para falar um pouco da essência do meu projecto de escrita e fotografia de viagens. Para mais informações poderão consultar a entrevista aqui.

HostelsClubEntrevistaBanner

Um blog sobre a História de Portugal sob a objetiva de Rafael, um fotógrafo amador.

1. Olá Rafael. OLIRAF é o nome do blog… Pode explicar como surgiu a ideia do nome e da criação do blog?

OLIRAF, deriva de Rafael Oliveira. A ideia do nome para o blogue, de cariz mais pessoal, surgiu durante uma conversa, em 2008, com o meu amigo Vítor Fernandes (http://www.vifer-arte.com/), um artista plástico de Carnaxide, que aconselhou-me a criar um pseudónimo para a minha recente faceta artística, designadamente, a arte fotográfica. Em relação à criação do blogue OLIRAF surge no contexto da minha Licenciatura em História na FCSH-UNL, onde tinha o objetivo de fotografar e escrever sobre os diversos Castelos de Portugal Continental. Um pouco à semelhança do escudeiro real de D.Manuel I (1469-1521), Duarte d`Armas, que foi incumbido de registar e desenhar os inúmeros “Guerreiros de Pedra” ao longo da fronteira luso-espanhola. Ainda hoje, munido de uma máquina fotográfica, procuro materializar esta ideia. Por outro lado, o interesse pela História e Geografia são notórios no meu olhar fotográfico. E são elas que dão um contexto e a essência à minha visão do que é a realidade à minha volta. As minhas deslocações, sejam elas em trabalho, em contexto académico ou em férias, tem sempre um propósito fotográfico.

2. O seu blog tem como objetivo aproximar a História de Portugal ao leitor, pelas suas fotos. Quer explicar melhor o sentimento que quer mostrar às pessoas?

«Um olhar da História pela objectiva de um fotógrafo amador.» Esta frase resume a essência do meu blogue pessoal. Procuro aproximar a História e a Fotografia do leitor e levá-lo a vivê-la na primeira pessoa, lado a lado com as minhas experiências de viagem, partindo de terras e locais mais ou menos conhecidos pela maioria dos portugueses. De facto, o blogue percorre Portugal de Norte a Sul em busca de cidades e vilas que guardam e contam as marcas da nossa História e do nosso património natural e edificado. Aborda temáticas diversificadas, tais como, o património histórico-cultural, a paisagem, a gastronomia, o enoturismo as gentes que, de alguma forma, têm relação com o meu percurso de vida profissional e pessoal. Acima de tudo quero incentivar as pessoas a viajar pelos locais com História e a conhecer as gentes locais, fora dos locais turísticos. Através das palavras de Robert Baden-Powell, o fundador do Escutismo, procuro a minha inspiração: “(…) Procurai deixar o mundo um pouco melhor de que o encontrastes e quando vos chegar a vez de morrer, podeis morrer felizes sentindo que ao menos não desperdiçastes o tempo e fizestes todo o possível por praticar o bem.» É esta filosofia que quero passar as pessoas. Serem felizes. Aliás, as viagens são o melhor investimento pessoal, uma espécie de “currículo oculto”.

3. Diz ser um fotógrafo amador mas já recebeu alguns prémios pelas suas fotos e escrita. Que tal a sensação do seu trabalho ser reconhecido mesmo com pouca formação?

Sou um auto-didacta na fotografia, logo, a minha aprendizagem baseou-se na natural pulsão de representar a realidade. Tenho desenvolvido actividade profissional na área da gestão e tratamento documental de coleções de fotografia. Actualmente, dedico uma parte do meu tempo na investigação histórica e documental de acervos fotográficos. Citando um dos meus fotógrafos preferidos, Carlos Relvas, considero-me um fotógrafo amador, visto que, amo a arte fotográfica. É mais nesse sentido. Acima de tudo, tento ser profissional, ter paixão e honestidade quando elaboro um trabalho fotográfico ou artigo de viagem. Sim, é um facto que já recebi diversas nomeações e menções honrosas. Em Julho de 2015, tive a oportunidade de participar num Passatempo de Fotografia de Viagem, organizado pela Revista HAPPY WOMAN, Em virtude de ter ganho o prémio final, fiz um Workshop de Fotografia de Viagem, promovido pela RESTART, com o fotógrafo de viagens Nuno Lobito. Por exemplo, fui nomeado na categoria de Blogue de Fotografia Viagens nos BTL Blogger Travel Awards 2017 (2016 e 2017) e fui uma das 80 Histórias da 2ª Edição da Navigator Around the World in 80 Pages book. Confesso que é gratificante ver reconhecido o meu projeto fotográfico como Blogger Amador de fotografia e escrita de viagens. Sem eles, não teria tanta visibilidade, respeito, exigência e feedback que estou a ter neste momento. Esta entrevista é um exemplo. Importa salientar que, para criar um blogue de viagens, é preciso muita persistência, dedicação e acreditar nas nossas capacidades pessoais e intelectuais.

4. Quando pensa fazer uma reportagem fotográfica de algo sobre Portugal, como é que escolhe? Baseado em gostos pessoais ou em possíveis gostos dos leitores?

Na escolha de uma reportagem fotográfica procuro sempre visitar um lugar que nunca fui. Todavia, por motivos profissionais, sou “obrigado” a conhecer algumas regiões e cidades de Portugal, como foi o caso da minha ida, durante seis meses, para um projeto arquivístico numa instituição da cidade de Évora. No fundo, as minhas viagens são motivadas pelo gosto pessoal, ou seja, lugares com muita História, paisagens de tirar o fôlego e pelo conhecimento das pequenas estórias das gentes locais. Afinal, são as pessoas que fazem os lugares. São estas as três principais motivações para viajar. De seguida, opto por contactar com o que já foi escrito por diversos blogues de viagens, onde não pretendo repetir a mesma informação. Acima de tudo, procuro ser o mais genuíno e inovador possível. Em relação a possíveis gostos dos leitores, nunca organizo as minhas viagens em função dos leitores. Todavia, procuro receber algumas informações e dicas de locais que interessem ao público e que possa conciliar com o meu gosto de ser viajante do tempo.

5. Para finalizar, quais são os projetos que tem em mente para o futuro?

Vejamos, o futuro constrói-se com aquilo que aprendemos no passado e o que fazemos no presente. Palavra de Historiador. Neste momento, pretendo dar mais ênfase ao projeto fotográfico e apostar na escrita de viagens, através da diversificação de conteúdos, temas e países a viajar. Como aprendiz de viajante andarilho, citando o geógrafo Orlando Ribeiro, tenho muito a aprender e a conhecer em viagem. Para mim, as viagens são o melhor investimento de valorização pessoal. É uma espécie de “currículo oculto”. Em breve, consoante a minha actividade profissional, pretendo ir a Itália e aos Açores. Mas, o meu grande sonho é visitar a antiga colónia portuguesa de Goa (Índia). A Índia é um Mundo dentro do Mundo. E quem sabe, no futuro, contar as minhas peripécias e experiências de viagem em livro.

O que é a Hostelsclub?

Hostelsclub é um sistema de reservas online em mais de 35.000 instalações no mundo inteiro. O “target” é especialmente viajantes independentes, mochileiros e estudantes, onde a sua missão é ajudar a obter soluções económicas em termos de alojamento em diversas latitudes. Trabalham principalmente hostels como acomodação, mas também oferecem outros tipos de alojamento, como por exemplo, hotéis *, hotéis **, campings, casas de hóspedes, B&B, entre muitos outros. A título de curiosidade, recentemente juntámo-nos com a Ryanair, a maior companhia aérea de baixo custo na Europa, o que significa que agora muitas pessoas podem beneficiar de acomodação e dos bilhetes de avião visitando apenas um site! Além disso, os clientes também podem obter descontos especiais se forem estudantes Erasmus ou se tiverem o nosso cartão de membro – um cartão gratuito que garante desconto entre 5% a 40% em cada reserva feita no Hostelsclub.com.

Nota importante [👤]

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações, dicas e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. O Blogue OLIRAF não poderá ser responsabilizado pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes. Se quiser partilhar ou divulgar as minhas fotografias, poderá fazê-lo desde que mencione os direitos morais e de autor das mesmas

linhagraficaALL-oliraf-03

💻 Texto: Rafael Oliveira 📷 Fotografia: Oliraf Fotografia 🌎

Follow me: @oliraffotografia on Instagram | Oliraf Fotografia on Facebook

FOTOGRAFIA✈︎VIAGENS✈PORTUGAL© OLIRAF (2018)

📩 CONTACT: OLIRAF89@GMAIL.COM

Anúncios

2 thoughts on “✏️À Conversa com a Hostelsclub: a primeira entrevista do blogue OLIRAF

  1. Venho hoje cumprimentar,pelas conquistas de seu blogue.Todos seu esforço e paixão pelo que faz, com certeza o levaram a tal conquista. Você nos leva a formentar nosso espírito de viajante e desbravadores desse mundo, seja através da fotografia ou da história do seu país.Sempre instigando essa nossa vontade de sempre voltar, por ter algo “novo e velho”para ser descoberto.
    Sem mais.Abraços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s